quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

ESQUEMA GERAL CELEBRAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS SEM DISTRIBUIÇÃO DA COMUNHÃO

ESQUEMA GERAL
CELEBRAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS SEM DISTRIBUIÇÃO DA COMUNHÃO

Os textos das orações e das leituras tomam-se habitualmente do Missal e do Lecionário. (CDAP, n. 35)O leigo que orienta a reunião comporta-se como um entre iguais. Não deve usar palavras que pertencem ao presbítero ou ao diácono. (CDAP, n. 35) Não deve usar a cadeira presidencial, mas prepare-se antes uma outra cadeira fora do presbitério. (CDAP, n. 40)
Ao preparar a celebração cuide-se da conveniente distribuição dos serviços, por exemplo, para as leituras, para os cânticos etc., e da disposição e arranjo dos lugares. (CDAP, n. 40)

RITOS INICIAIS

Somente o moderador diz:
Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.
O povo responde:
Amém.

Opções

1
Bendito seja o Deus, Pai de toda a consolação, que manifestou a sua misericórdia para conosco



Ou


2
Irmãos, bendizei a Deus em sua bondade e nos (ou vos) convida para a mesa da Palavra do Senhor.


O povo responde:
Bendito seja Deus para Sempre.

No início desta celebração , peçamos a conversão do coração fonte de reconciliação e comunhão com Deus e com os irmãos e irmãs.

Opções
Ato Penitencial
1
1. Senhor, que viestes salvar os corações arrependidos:
Piedade, piedade, piedade de nós! (bis)
2. Ó Cristo, que viestes chamar os pecadores humilhados: Piedade, piedade, piedade de nós!3. Senhor, que intercedeis por nós junto a Deus Pai que nos perdoa: Piedade, piedade, piedade de nós!
2
Senhor, que sois o caminho que leva ao Pai, tende piedade de nós.
R//. Senhor, tende piedade de nós.
Cristo, que sois verdade que ilumina os povos, tende piedade de nós.
R//. Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, que sois a vida que renova o mundo, tende piedade de nós.
R//. Senhor, tende piedade de nós.
Moderador: Deus, todo Poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza a vida eterna. Amém.

Moderador: Oremos
(momento de silêncio)

Oração do dia conforme a Liturgia diária.

Amém.   

LITURGIA DA PALAVRA

Primeira leitura. Sentados.

Conforme primeira leitura da Liturgia Diária

Palavra do Senhor.
 Graças a Deus.

Salmo Responsorial
Conforme Liturgia Diária

— Versículo
— Responsório

Estrofes lidas


Aclamação ao Evangelho
Aleluia, aleluia, aleluia. 
Versículo

Evangelho

Ouçamos irmãos e irmãs o Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus ou Marcos ou Lucas ou João

Leitura conforme Liturgia Diária

V/. Palavra da Salvação. 
R/. Glória a vós, Senhor.

Sentados. O moderador faça uma exortação Segue-se silêncio para interiorização. 

Faz-se a Oração dos fiéis ou Universal, que os fiéis procuram responder conforme indicado pelo moderador conforme Liturgia Diária.


Introdução à Oração da Comunidade
1
Irmãos, elevemos as nossas preces a Deus Pai todo-poderoso, que deseja que todos os homens se salvem e cheguem ao conhecimento da verdade
2
Irmãos, nesta oração pública e comum que agora iniciamos ninguém rogue apenas por si, nem só pelos seus, mas roguemos todos ao Cristo Senhor por todo o povo.
3
Advento: Irmãos, esperando ardentemente a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, imploremos com mais fervor a sua misericórdia.
4
Quaresma: Caros Irmãos, é preciso rezar em todo tempo; mas sobretudo nestes dias da Quaresma devemos elevar nossa oração a Deus, em fervorosa vigília com o Cristo.
5
Tempo Pascal: Caros irmãos, nesta alegria pascal invoquemos a Deus, com mais fervor para que, tendo atendido às preces e súplicas do seu amado Filho, considere também nossas humildes orações.
6
Irmãos, reunidos para celebrar a Palavra de Deus, roguemos ao Deus todo-poderoso que o mundo inteiro seja lavado na fonte de toda bênção e toda vida.
7
Irmãos, aqui reunidos para recordar os benefícios de nosso Deus, roguemos que ele inspire os nossos pedidos, para que possa atender às nossas súplicas.
Depois da oração universal (sem concluí-la) o moderador convida à ação de graças pela qual os féis exaltam a glória de Deus e a sua misericórdia. Isto pode fazer-se com um salmo (99, 112, 117, 135, 147, 150), ou um hino ou cântico (Magnificat), ou também com uma prece litânica, que o moderador, de pé com os fiéis voltados para o altar, diz juntamente com todos eles. Esta ação de graças não deve ter, de modo nenhum, a forma duma oração eucarística.(CDAP, n. 45).
- A minh'alma engrandece ao Senhor, 
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador, 
- pois, ele viu a pequenez de sua serva, 
eis que agora as gerações hão de chamar-me de bendita.
- O Poderoso fez por mim maravilhas 
e Santo é o seu nome! 
- Seu amor, de geração em geração, 
chega a todos que o respeitam.
- Demonstrou o poder de seu braço, 
dispersou os orgulhosos. 
- Derrubou os poderosos de seus tronos 
e os humildes exaltou.
- De bens saciou os famintos 
e despediu, sem nada, os ricos. 
- Acolheu Israel, seu servidor, 
fiel ao seu amor,
- como havia prometido aos nossos pais, 
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.
- Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo, 
como era no princípio, agora e sempre. Amém. 
Segue-se o Pai-nosso, com o devido convite.

Moderador:
Opções
Monição ao Pai nosso
1
Rezemos, com amor e confiança a Oração que o Senhor nos ensinou:
2
Nossa prece prossigamos, implorando a vinda do Reino de Deus:
3
Recolhamos agora nossos louvores e pedidos com as palavras do próprio Cristo, e digamos:
4
Confirmemos agora nossos louvores e pedidos pela oração do Senhor:
5
Mais uma vez louvemos a Deus e roguemos coma as mesmas palavras de Cristo:

Pai nosso que estais nos céus,
santificado seja o vosso nome;
venha a nós o vosso reino,
seja feita a vossa vontade,
assim na terra como no céu;
O pão nosso de cada dia nos dai hoje;
perdoai-nos as nossas ofensas,
assim como nós perdoamos
a quem nos tem ofendido;
e não nos deixeis cair em tentação,
mas livrai-nos do mal.

Pode-se seguir o rito da paz conforme

Saudemo-nos em Cristo Jesus

Oração final na Féria ou Festa do Senhor.
Concedei, ó Deus, ao Povo Cristão, conhecer a fé que professa e amar a Liturgia que celebra. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

Ou

Oração final nas Festas dos Santos

Ó Deus, fazei que o coração de vosso povo esteja sempre voltado para vós; e não deixeis de guiar com a vossa graça os que ajudais com tão grandes protetores. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.


Conclusão (traçando o sinal da cruz)

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

terça-feira, 7 de outubro de 2014